Imperialismo não é Problema só dos Outros

por Lucas G. Freire

Alguns pensam que imperialismo é algo que se aplica somente à política externa dos Estados Unidos, e que não nos diz respeito. Longe disso! A denúncia de uma política externa imperialista como se fosse uma religião pagã é relevante para nós, dentro e fora do Brasil, por diversos motivos.

Continuar lendo

A Teologia Política do Imperialismo

por Lucas G. Freire

Podemos definir provisoriamente o imperialismo como o uso, pelo estado, do seu poder de coerção e força a fim de se expandir e de controlar outros territórios. Uma definição mais aprofundada, que considere o caráter espiritual desse fenômeno político, vai à raiz do problema: a idolatria e a cobiça pelo poder. Para nós, cristãos, qual é a relevância disso? Um exame profundo do que o imperialismo representa nos leva a refletir sobre sua teologia política.

Continuar lendo

A Situação na Síria

por Lucas G. Freire

A comunidade internacional tem voltado sua atenção para a situação delicada na Síria. A Síria é um país do Oriente Médio. Faz fronteira com Israel, Jordânia, Líbano, Turquia e Iraque. Por muito tempo o regime autoritário que governa a Síria tem sido alvo de críticas. Desde o ano passado, mais críticas tem ocorrido dentro e fora do país. Isso foi quando movimentos de oposição ao governo sírio começaram seus protestos. Outros governos na região e no norte da África também tiveram problemas parecidos. No caso da Síria, os protestos começaram com uma demanda. Grupos de oposição ao governo queriam mais abertura política. Eles pediram que o presidente sírio soltasse alguns presos políticos. Em vez disso, houve grande violência. Apesar da pressão internacional, o governo da Síria continua tratando a oposição com métodos questionáveis. Há relatos de várias mortes, incluindo civis indefesos. Porém, muitos membros da oposição que protesta também tem empregado a violência. Eles iniciaram uma verdadeira rebelião revolucionária. O noticiário tem informado que a Síria está praticamente em guerra civil. A Síria não tem boas relações com os Estados Unidos e seus aliados. O governo americano tem pressionado o país. A imprensa alemã descobriu semanas atrás que alguns dos que se revoltaram contra o governo causaram grande derramamento de sangue. Resumindo: tanto o governo como os rebeldes tem usado de violência e matança.

Continuar lendo