Traduções e Material Didático em 2013

Junto com o professor Leonardo Ramos (PUC-Minas), traduzi e editei um volume contendo uma introdução ao pensamento político reformado (na linha de Abraham Kuyper) com dois ensaios de peso escritos pelo jurista e filósofo Herman Dooyeweerd.

O projeto foi, desde o começo, apoiado pela Associação Kuyper para Estudos Transdisciplinares (AKET), que obteve os direitos de publicação em língua portuguesa. Agradeço a todos os membros da AKET e KuyperHub pelo apoio técnico, intelectual e editorial. Agradeço principalmente ao Guilherme V. R. Carvalho pelo apoio valoroso, e ao co-editor Leo Ramos pelas incansáveis horas de tradução e revisão do material.

O texto foi confirmado para publicação pela editora Vida Nova em sua página de notícias. Os detalhes da coleção em que o texto será publicado, incluindo outros livros do conjunto, podem ser encontrados na página da editora.

O projeto Política Reformada tem negociado mais parcerias e levantado fundos para publicar a tradução de artigos reformados sobre governo limitado e liberdades políticas. No ano de 2013, além de produzir novos comentários políticos, divulgaremos algumas dessas traduções juntamente com material didático para educar o público geral em vários níveis de escolaridade a respeito dessa rica tradição de ética cristã.

Obrigado pelo incentivo e contínuo interesse nas nossas atividades.

Lucas G. Freire

— Editor Geral.

Anúncios

Um pensamento sobre “Traduções e Material Didático em 2013

  1. Lucas,

    Recentemente, tive acesso a alguns textos da Paideia Press que tratam de questões relativas ao Estado e também à educação, de um ponto de vista reformacional. Há inclusive um interessante texto de Kuyper sobre as origens calvinistas das liberdades constitucionais. Tenho grande interesse em traduzi-los; será que você ou a AKET não poderia intermediar a obtenção de permissões? O material poderia ser publicado por alguma editora, ou mesmo disponibilizado aqui, gratuitamente; gostaria apenas de ver essas obras em português, a fim de que possamos continuar a debater tais assuntos e aplicar os princípios da Reforma às questões atuais.

    O que você diz?

    Abraço!

Deixe seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s