De 2012 a 2013

Enquanto o tempo passa, as ameaças políticas de expansão de uma ordem anticristã ao nosso redor podem nos deixar cada vez mais fracos e desanimados. Porém, o cristão sabe no que, e em Quem confia. Sabe a Quem pertence a vitória.

Desejamos, assim, com confiança em um futuro melhor, um ano de expansão do Reino de Deus. Politicamente, nosso anseio é que isso represente a diminuição do Reino da força, da coerção e da idolatria estatista.

Desejamos ser parte – ainda que pequena – deste movimento. Estamos a preparar uma expansão da nossa página e deste projeto valoroso. Ataques virão de todo lado. Alguns ficarão desapontados. Outros, antes apáticos, passarão a se entusiasmar pela causa.

Convidamos você a nos acompanhar como leitor fiel, assíduo e divulgador do nosso material. Não se esqueça de nos seguir via Facebook e twitter (@KuyperTropical). Conquiste novos leitores. Ajude a causa.

Cumprimentos de ano novo,

Lucas
Editor Geral

31 de Dezembro de 2012, Ano do Nosso Senhor.

Anúncios

Um pensamento sobre “De 2012 a 2013

  1. Apesar de ainda muito vaga a ideia, confesso que estou bastante curioso para saber mais sobre essas tais “ameaças políticas de expansão de uma ordem anticristã” e mais curioso ainda para conhecer a antítese dessa idolatria estatista, que deve ser a essência do estado mínimo (idolatria do liberalismo), ou o sonho anárquico(idolatria do não-estado). Que seria então o céu? na afirmação do texto? “Politicamente, nosso anseio é que a expansão do reino de Deus represente a diminuição do Reino da força, da coerção e da idolatria estatista”?. JAIRO MACEDO – GUARAPUAVA – PR.

Os comentários estão desativados.