Até que enfim?

Edição recente da revista Veja (5 Set. 2012) traz a seguinte declaração na capa:

Até que enfim. Com as condenações de mensaleiros pelo STF e a perspectiva inédita da prisão de corruptos, o Brasil reencontra o rumo ético: volta a saber distinguir o certo do errado.

Será que é isso mesmo? Será que o STF tem o poder de criar, do nada, o discernimento entre a mão direita e a mão esquerda no povo brasileiro? Será que o problema é externo, e basta o STF nos “iluminar” para que o mal seja cortado pela raiz?

Jackson Salustiano, nosso colunista do Departamento Jurídico, escreve:

O superdimensionamento dado (…) ao julgamento e especialmente à Corte Judicial tem gerado uma expectativa nacional de redenção às mazelas do país, levando inclusive alguns crentes a acalentar uma expectativa de mudança moral no cenário brasileiro.

Entretanto, nunca a redenção de qualquer nação, sociedade ou pessoa poderá ser produzida por uma instância de poder terreno, pois há somente um que pode promover a redenção do homem capaz de expurgar suas mazelas orgânicas, morais e espirituais: Jesus Cristo, que justifica gratuitamente por sua graça (Ro. 3:24). A Ele foi dado todo poder sobre terra e céu. Aos Seus pés o Senhor Deus calcou todas as coisas para consumar a plena redenção de toda criação para uma nova ordem celestial.

Vale sempre lembrar o que diz o salmista: “Não confieis em príncipes, nem em filho de homem, em quem não há salvação” (Sl. 146:3). Sim: o crime, o roubo, a agressão, a fraude, e assim por diante, precisam ser combatidos. Mas que nossa esperança não recaia sobre o STF ou qualquer outra organização humana. Não é o STF que trará a conversão da nação, nem é qualquer potestade, coerção e imposição externa. O STF, ao menos para os cristãos, não pode ser chamado de nosso Salvador e Redentor.

Anúncios

Deixe seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s