O Genuíno Cristão é um Pensador Politizado (Parte 1)

Nota do Editor Geral: este texto é a primeira parte de um ensaio sobre o chamado do cristão a ser um pensador politizado. Esta parte introduz o tópico e desenvolve o ponto intelectual. A segunda parte desenvolve o tema político.

por Jackson Salustiano

O genuíno cristão por natureza é vocacionado a ser um completo acadêmico politizado. Esta descrição possui duas partes. Por um lado, o cristão é um acadêmico ou pensador no sentido clássico de ‘amigo do conhecimento’, como os filósofos da antiga escola de Platão. Por outro lado, o cristão é também politizado, isto é, possui a capacidade de compreender a importância do pensamento e da ação política; de dar ou de adquirir consciência dos deveres e direitos como cidadão.

Continuar lendo

Um Reformador Discute Eleições

Heinrich Bullinger (1504-1575), em um de seus sermões, discute as qualificações bíblicas para o magistrado civil. Condena propriedades que podemos observar em tantos líderes contemporâneos:

Cobiça e desejos egoístas por suborno são as pragas que enforcam bons magistrados. Por causa de homens cheios de cobiça e daqueles que aceitam suborno, vende-se o juízo, a liberdade, a justiça e a própria nação ao diabo por dinheiro.

Recomendamos a leitura da tradução condensada para instrução e aprendizado neste ano de eleições locais.

Presença no Facebook e Twitter

Você já curtiu nossa página no Facebook? Já divulgou para seus amigos e outros leitores em potencial? Já assinou para receber no seu email as atualizações e notícias? Nosso endereço do Facebook é:

https://www.facebook.com/politicareformada

Nossa conta no Twitter é:

@KuyperTropical

Ajude-nos a divulgar Política Reformada para potenciais leitores, seguidores, comentadores e, quem sabe, escritores.

Agradeço o esforço.

O Editor.

Boicote e Antiboicote

por Lucas G. Freire

No começo de agosto de 2012, vários clientes nos Estados Unidos inundaram restaurantes da empresa Chick-Fil-A para um antiboicote. O volume de vendas superou em muito a média geral da cadeia de fast food, e reflete o apoio de várias pessoas à família que controla o negócio.

A empresa tem sido alvo de críticas e boicotes por parte de manifestantes a favor da agenda de redefinição do casamento, pelo governo dos Estados Unidos, para incluir o chamado casamento homossexual. Chick-Fil-A tem valores cristãos no centro de suas práticas. Seu presidente declarou publicamente a oposição a essa agenda de redefinição do casamento. Por isso, tem sofrido tanta oposição.

Continuar lendo